Cuba
Fotos
PASSAGENS
  Cuba
Ida e Volta
(Caracas-La Habana)
  A partir de
R$ 599,00
 

O país não deixa a desejar no que diz respeito a praias
de areia fina e água transparente, além de ser rico em
pontos históricos para se visitar. Mas, se você procura
agito latino, também não hesite em consultar os pontos
caribenhos!

Cuba nem precisaria ter as lindas praias que tem para atrair tantos
visitantes. Nenhuma ilha do Caribe chega perto em termos de mística
e carisma. Berço do son e da rumba (que influenciaram a salsa
porto-riquenha e o merengue dominicano) e protagonista de uma
rivalidade à la Sansão versus Golias com os Estados Unidos, Cuba
traz muitas coisas à mente antes mesmo de nos darmos conta de suas
areias brancas e suas águas turquesa.

Desde a derrocada da União Soviética, porém, são as praias cubanas que atraem para a ilha a moeda forte de que o país precisa para continuar funcionando. As praias são lindas, mas não deixe de combinar sua estada em Varadero, Cayo Largo, Cayo Coco ou Guardalavaca com uma temporada em Havana. A capital cubana teve a parte mais antiga do Centro restaurada em todo o seu esplendor colonial. E em Havana o turista não fica o tempo todo confinado no resort, e por isso tem a chance de entrar em contato com a vida real de Cuba. Para os mais aventureiros há a possibilidade de viajar fora dos esquemas oficiais, hospedando-se em "casas particulares". Se puder, programe alguns dias livres depois que expirar o seu pacote e vá a cidadezinhas encantadoras como Trinidad e Santa Clara.

Varadero

Varadero é mundialmente conhecido pelas suas praias e hotéis. E com razão. A península de Varadero é uma sucessão de hotéis de luxo com muitos espaços verdes.

Muitos turistas têm como objectivo relaxar e tomar uns mojitos em hotéis como os das cadeias espanholas Meliá ou Barceló. Mas Varadero tem mais para oferecer além das praias. Podem adquirir um vale para passear no autocarro turístico que é descapotável e percorre de um lado ao outro a península. Também podem ir até ao centro da cidade e visitar os mercados de artesanato.

Havana Velha

As ruas, praças, catedrais, os monumentos de Havana Velha devem ser vistos em passeio. Observar as casas coloniais, os portais de casas particulares que estão abertos e que albergam mais que uma casa: galerias de arte, paladares (comida caseira a um preço relativamente baixo que excede largamente os manjares dos restaurantes da ilha). Se andares a pé podes chegar até à Bodeguita de Enmedio, a famosa tasca (muito parecida a um bar velhote do Estado espanhol) e tomar um mojito no mesmo sítio que outras celebridades (as mais famosas são Hemingway e Guillén). Isso sim, para o típico turista de mochila às costas, pode ser que o preço seja um pouco excessivo, mas não se perde nada em entrar para ver o bar e tomar o mojito noutro lado.

Casa de La Trova

A Casa de La Trova é um conhecido lugar de dança latina. Á tarde e à noite há actuações de músicos, boleros e outros ritmos clássicos. O ambiente nocturno também é recomendável. Está aberto todos os dias e o preço inclui um mojito.

Cayo Levisa

É uma pequena ilha de Coral a poucos quilómetros da costa Norte de Cuba, na província de Pinar del Rio. Trata-se de uma das excursões mais populares que se podem fazer desde o Vale de Viñales, porque está relativamente perto. Não deve ser a melhor praia de Cuba visto que aqui existem praias tão especiais que parecem doutro planeta.

FONTE: viajeaqui.abril.com.br